Artigos nessa seção

Rejeição 938: Não informada vBCSTRet, pST, vICMSSubstituto e vICMSSTRet [nItem: 999]

Seguir

Comentários

7 comentários

  • Avatar
    Paulo Ferreira

    No exemplo da nota fiscal de entrada não deveria ter subtraído o crédito do ICMS próprio de entrada? Caso sim qual seria a alíquota/valor do ICMS retido a informar na nota de saída?

    0
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Maria Aparecida Iazeta Iazeta

    estou com problema. não tenho nota de entrada com icms, minha situação tributaria é 60, não é consumidor final, não sei o que fazer pode me ajudar

    -1
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Everton Guelfi

    Bom dia, Paulo

    Estas informações deverão retratar os valores dos  impostos mencionados nas NF-e do fornecedor, não sendo consideradas as possíveis recuperações como créditos.

    0
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Everton Guelfi

    Bom dia, Maria

    Caso você tenha adquirido o produto, que está sendo revendido neste momento, através de NF-e com CST 60, neste documento fiscal do seu fornecedor, deverá  ter estas informações indicadas no campo de "Informações Adicionais" que servirão também, para serem  informadas em sua NF-e  de venda. 

    0
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Paulo Ferreira

    Boa tarde Everton,

    Mas no caso, os valores de entrada parecem incorretos, o valor da base do st está menor que o valor da base do icms e também o valor do icms não está batendo com a base x aliquota.

    0
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Washington Iwasaki

    Sendo minha empresa uma revenda, terceiro na cadeia (a nota de entrada do meu fornecedor -segundo da cadeia- veio com cst 60), na tag tag: vICMSSTRet preenchido como o que ele teve de retenção pela indústria.

    Quando eu for revender (também para indfinal = 0), direi que a cst = 60 pois tive retido anteriormente.

    Dúvida: O valor retido anteriormente deve ser o mesmo informado pelo meu fornecedor, no caso, replicar o mesmo que foi retido na primeira operação? Há orientação para que o valor do icmsretido deveria informar a diferença entre o que foi retido anteriormente e o icms da própria operação obtido como se fosse uma operação com tributação normal.

    Resumindo: Replica-se o valor retido desde a primeira operação até o fim da cadeia (consumidor final) ou a cada negocição calcula-se a diferença? 

    0
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Leonardo Dias

    Boa tarde, Washington

    Em toda operação com CST = 60 deve ser informado o valor do imposto retido anteriormente pelo fornecedor do produto, sendo assim em todas as etapas posteriores, realizadas por contribuintes substituídos, ou seja, que não haja a incidência do imposto, deverá replicar os valores informado pelo fornecedor na condição de contribuinte substituto.

    Att.

    0
    Ações de comentário Permalink

Por favor, entre para comentar.